cbd para epilepsia
9 min.

Update:

O que é Epilepsia?

Epilepsia é um condição crônica que causa convulsões sem motivos aparentes e com uma certa frequência. Essas convulsões são resultado de um choque cerebral repetido que atinge o cérebro. Esta descarga elétrica se espalha então pelo corpo causando a tremedeira e convulsão. Para configurar a epilepsia, ele/ela deve ter sofrido pelo menos duas convulsões sem motivo aparente. Segundo especialistas, os motivos são obscuros, mas podem ser resultado de:

  • AVC (Acidente  Vascular Cerebral)
  • Pouco oxigênio no nascimento
  • Lesão na Cabeça
  • Nível inapropriado de açúcar ou Sódio no Sangue
  • Tumor Cerebral
  • Lesões no Cérebro
  • Histórico Familiar

Como o CBD acaba com a convulsões

Já na década de 1970, os pesquisadores chegaram à conclusão1 de que o canabidiol tinha propriedades anticonvulsivantes. Anticonvulsivantes (também chamados antiepiléticos) são usados contra crises epilépticas. Cerca de um terço dos pacientes com epilepsia tem a chamada forma resistente ao tratamento. Um estudo2 publicado em 2013 na revista “Epilepsy & Behavior” examinou os efeitos da cannabis medicinal enriquecida com CBD em crianças com epilepsia resistente ao tratamento. Dos 19 participantes, 13 tinham síndrome de Dravet, 4 tinham síndrome de Doose e uma criança sofria de síndrome de Lennox-Gastaut e epilepsia idiopática. Como resultado, 16 dos 19 participantes (84%) relataram uma diminuição nas convulsões, duas das quais eram livres de convulsões. Efeitos colaterais positivos foram melhora do humor e do sono. Em particular, a qualidade do sono em pacientes com síndrome de Doose pode ser afetada positivamente pelo CBD. Outro estudo também sugere o CBD como tratamento para o ronco noturno3

Resultados do estudo de Porter, Brenda E. e Catherine Jacobson:

 DiagnoseAlterCBD Ein-nahme MonateCBD (mg/ kg/ Tag)THC (mg/ kg/ Tag)Anfälle pro Tag vor CBDAnfälle pro Tag mit CBDAbgesetzte Medikamente
während CBD
1Lennox-Gastaut7 ♀>12??>1001-2Banzel, Onfi
2Dravet14 ♀>4140.550-1
3EFMR12 ♀2-470.5120-1
4Dravet7 ♂ >480.25-0.577
5Dravet6 ♀>440.1-0.2530-400-1Onfi
6Dravet16 ♀>41-20.02-0.110-1Onfi
7Dravet13 ♂ 3-440.02-0.164Phenobarbital, Depakote
8Dravet>4??0-10-1Klonopin
9Dravet>43-40.04-0.215-700-1STP, Topamax, Depakote
10Dravet>440.2-0.430-403-7STP
11Dravet8 ♀>12??1-20-1STP, Onfi, Depakote
12Dravet7 ♀>43-40.04-0.2>30-2Ongi, Zonegran, Depakote
13Doose9 ♀>410-130.510-350Lorazepam, Ethosuximide
14Dravet2 ♂ >470.08-0.40-10
15Doose0.5<0.50.01-0.050-10-1
16Doose11 ♂ 1-260.6-0.830-1
17Doose1-26015-200-3Steroids
18Idiopathic<1280.5-0.71-21Valproic acid
19Dravet6 ♀>410.06-0.30-10-1

Durante o período em que o CBD foi tomado, os pacientes pararam de tomar Banzel, Onfi, Fenobarbital, Depakote, Klonipin, STP, Topamax, Zonegran, Lorazepam, Etossuximida, Esteróides e Ácido Valpróico. Por favor, sempre consulte um médico antes de interromper qualquer medicamento. Às vezes, as doses de CBD no estudo são extremamente altas. Hemppedia também explicitamente não recomenda o uso de produtos CBD em crianças.

Quais são os benefícios de usar o CBD no tratamento da Epilepsia?

Até hoje não existe um tratamento estável para Epilepsia. Porém, pesquisadores identificaram e consideram o CBD como o remédio perfeito para o problema. Este componente químico da cannabis possui propriedades anti-convulsórias. Estas propriedades são fundamentais para a redução no número de convulsões relacionadas aos sintomas da epilepsia. Na verdade, há uma série de benefícios que são relacionados ao uso do óleo de CBD para o tratamento da Epilepsia, como:

+É tudo natural

O CBD pode ajudar no tratamento da epilepsia, como investigado por Devinsky et al. 2014. Não foram observados efeitos colaterais perigosos em macrodose até 1500 mg / dia4. Os efeitos colaterais no estudo de Porter, Brenda E. e Catherine Jacobson incluíram aumento da fadiga em algumas crianças5.

Para informações mais detalhadas sobre os efeitos colaterais do CBD, leia o nosso guia de efeitos colaterais do óleo CBD.

+Habilidade de Interagir com os receptores do cérebro

Receptores no cérebro são de fundamental importância no tratamento das convulsões. Isso ocorre especialmente quando alguém possui alguma desordem neural. Sendo assim, o cérebro não será capaz de gerenciar ou controlar funções como humor, apetite, movimentos, emoções, inflamações, coordenação e então vão aparecer as convulsões. Porém, o CBD possui propriedades anti-convulsórias que atuam nestas condições evitando e estabilizando o número de convulsões e sintomas relacionados6.

+Não é tão caro

O uso do óleo de CBD é muito menos caro do que os outros tratamentos convencionais da Epilepsia. Portanto, muitos dos pacientes poderão ter acesso aos produtos de CBD de uma maneira mais económica. Porém, não deixe o preço baixo e acessível te iludir e te deixar com dúvida sobre a qualidade do produto.

+Fortalece o sistema endocannabinóide

Um sistema endocannabinóide forte e eficiente fortalece a imunidade do corpo humano7. Consequentemente o corpo pode tratar, curar e lutar contra problemas de saúde e condições como a Epilepsia. O CBD oferece um fortalecimento considerável ao seu sistema endocannabinoide.

Quais são os efeitos colaterais do uso do CBD para a Epilepsia?

Assim como qualquer outro medicamento, o CBD também pode apresentar efeitos colaterais que você precisa fica atento8. O paciente pode apresentar:

  • Sonolência
  • Pressão Baixa
  • Boca Seca
  • Tremedeira

Todas essas condições aparecem depois do primeiro uso do óleo de CBD e algumas podem ser também associadas com alguma outra medicação. Se você esta propenso à alguma outra condição, é melhor consultar um médico sobre o uso dos produtos de CBD.

Dosagem de CBD

A dosagem é diferente para cada paciente e deve ser monitorada. É melhor consultar o seu médico para uma avaliação mais precisa.

Com base no guia do livro de Leinow & Birnbaum “CBD: Um guia do paciente para a cannabis medicinal”9, recomendamos o método Step-Up para descobrir a dosagem ideal. Leinow & Birnbaum recomendam começar com uma microdose para epilepsia

Para saber mais sobre a microdose e como tomá-la, leia nosso artigo.


Aviso: Por motivos legais, na Hemppedia não é permitido fazer nenhuma recomendação específica para o uso de produtos CBD com crianças.


Histórias de sucesso de pessoas usando CBD para curar a Epilepsia

Existem inúmeras histórias de sucesso sobre o uso do CBD não só no tratamento da Epilepsia, mas de muitas outras doenças. Algumas histórias são tão marcantes que ganharam a cobertura da mídia, por exemplo:

  • Como o CBD ajuda na Epilepsia

  • O CBD também é usado para animais como cães com convulsões e cãibras musculares, como você pode ver neste vídeo com um cachorro.

Pesquisa sobre o CBD para Epilepsia

Vários estudos confirmam os efeitos do CBD no tratamento da Epilepsia. Esses estudos são de fundamental importância pelo nível das descobertas feitas, incluindo:

  • Em 2.700 aC, escavações arqueológicas desenterraram uma antiga sepultura que continha uma grande quantidade de cannabis. Ele foi preservado e presumivelmente usado como um agente medicinal para o tratamento de várias doenças, incluindo a epilepsia7.
  • A descrição da medicação anti-convulsória foi publicada em 1843 por W. B O’Shaughnessy, um médico competente. Esta publicação confirmou propriedades anti-convulsórias na Cannabis10.

Resumo

Epilepsia consiste em ter crises recorrentes e involuntárias. Eles podem ocorrer a qualquer momento, portanto, colocando o indivíduo em risco de epilepsia. No entanto, a descoberta de óleo CBD está fazendo muito bem nesses pacientes. O óleo CBD possui propriedades anticonvulsivantes que reduzem eficientemente o número de ataques. Além disso, alivia os sintomas que ocorrem com a epilepsia. Como paciente epilético, você pode tentar. Você deve sentir os resultados em breve, mas lembre-se de que são necessários mais estudos científicos para entender completamente os mecanismos pelos quais o CBD atua.

Referências

  1. Karler, Ralph, William Cely, and Stuart A. Turkanis. „The anticonvulsant activity of cannabidiol and cannabinol.“ Life Sciences 13.11 (1973): 1527-1531. []
  2. Porter, Brenda E., and Catherine Jacobson. „Report of a parent survey of cannabidiol-enriched cannabis use in pediatric treatment-resistant epilepsy.“ Epilepsy & Behavior 29.3 (2013): 574-577. []
  3. Guy, Geoffrey, et al. „Use of cannabidiol in the treatment of nocturnal snoring.“ U.S. Patent Application No. 15/519,244 []
  4. Devinsky, Orrin, et al. „Cannabidiol: pharmacology and potential therapeutic role in epilepsy and other neuropsychiatric disorders.“ Epilepsia 55.6 (2014): 791-802. []
  5. orter, Brenda E., and Catherine Jacobson. „Report of a parent survey of cannabidiol-enriched cannabis use in pediatric treatment-resistant epilepsy.“ Epilepsy & Behavior 29.3 (2013): 574-577. []
  6. Labra, Valeria C., et al. „The neuroglial dialog between cannabinoids and hemichannels.“ Frontiers in molecular neuroscience 11 (2018): 79.  []
  7. Perucca, Emilio. „Cannabinoids in the treatment of epilepsy: hard evidence at last?.“ Journal of epilepsy research 7.2 (2017): 61. [] []
  8. Iffland, K. and Grotenhermen, F. (2017). An Update on Safety and Side Effects of Cannabidiol: A Review of Clinical Data and Relevant Animal Studies. Cannabis and Cannabinoid Research, 2(1), pp.139-154. []
  9. Leinow,, L. and Birnbaum, J. (2017). CBD: A Patient’s Guide to Medicinal Cannabis. North Atlantic Books. []
  10. loss, David, and Barbara Vickrey. „Cannabinoids for epilepsy.“ Cochrane database of systematic reviews 3 (2014). []

Connect with CBD users on Facebook
Do you want to benefit from the experience of other CBD users? Do you have questions about CBD? Check out this active CBD group on Facebook.

About The Author

Alyssha Bal

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *