cbd relaxante muscular
9 min.

Neste artigo, será analisada a forma como o CBD funciona para ajudar o corpo a lidar com as dores musculares e como funciona como relaxante muscular através da interface com o Sistema Endocanabinóide.

Qual a diferença entre relaxantes musculares e analgésicos?

Quando o corpo sente dor, os receptores nervosos chamados nociceptores transmitem sinais para o cérebro para lhe dizer que foram causados danos a uma parte do corpo. Isto é em parte um sistema de alerta, semelhante a quando se toca em algo quente e a dor faz com que se afaste a mão. Existem vários tipos de dor que podem ajudar a isolar a causa dos danos no corpo, embora a percepção e descrição da dor do indivíduo, por vezes, dificulte a sua análise. Quando o corpo detecta danos, substâncias químicas chamadas prostaglandinas são libertadas, fazendo com que os receptores nervosos comecem a enviar a mensagem de dor para o cérebro.

Um analgésico funciona através do sistema nervoso central. Impede a produção destes químicos, bloqueando assim os receptores da dor no cérebro. Na realidade, a dor ainda lá está, no entanto, o cérebro está “enganado” para pensar que não está.

Se, no entanto, os danos forem de origem muscular, pode ser mais eficaz utilizar relaxantes musculares, uma vez que estes funcionam no próprio local do músculo e ajudam a reduzir a rigidez e a tensão no músculo e, portanto, a reduzir a dor. Os medicamentos tradicionais não são relaxantes musculares naturais.

Nenhuma destas duas afecções é de facto natural. Por isso, ao procurar um relaxante muscular natural, deve considerar o óleo de CBD, uma vez que este também mostrou provas de aliviar eficazmente as dores musculares.

CBD e o Sistema Endocanabinóide

A CBD afecta o organismo ao interagir com os receptores químicos do sistema nervoso. O cérebro tem receptores que respondem aos neurotransmissores chamados endocanabinóides. Os endocanabinóides são produzidos naturalmente no corpo e são transmitidos através do sistema nervoso periférico e central para o cérebro. Embora este sistema nervoso não seja completamente compreendido, é capaz de regular alguns processos psicológicos, cognitivos e físicos, como o apetite, o humor e a dor. Como a Cannabis tem canabinóides que são notavelmente semelhantes aos produzidos naturalmente pelo corpo, sente-se que também é capaz de influenciar os receptores. Existem benefícios terapêuticos associados à capacidade de controlar ou pelo menos influenciar o sistema endocanabinóide através da duplicação das acções destes neurotransmissores. Se este sistema estiver envolvido na criação de uma sensação de euforia locomotora e dor, então a CBD terá o efeito de criar uma sensação de bem-estar e permitir uma redução da dor do movimento.

A utilização do Óleo de CBD como Relaxante Muscular é eficaz?

Os músculos podem tornar-se dolorosos por várias razões. Por vezes, são puramente mecânicos, são tensos devido a uma utilização excessiva ou são forçados ao seu extremo. No entanto, um músculo é também susceptível a perturbações psicológicas, como o stress. Os relaxantes musculares tradicionais dividem-se em duas categorias: os bloqueadores neuromusculares e os espasmolíticos, e ambos trabalham de formas ligeiramente diferentes mas extremamente complicadas e não aliviam necessariamente a tensão muscular. Os analgésicos tradicionais não são relaxantes musculares naturais e podem ter efeitos secundários prejudiciais, tais como lesões hepáticas. Os efeitos secundários mais comuns são a sonolência, a fraqueza e a fadiga.

Os relaxantes espasmolíticos são particularmente perigosos, pois são utilizados como anestésicos para operações e podem ter efeitos nocivos para as pessoas mais velhas, uma vez que também afectam o ritmo cardíaco. Existe também o perigo de dependência, uma vez que este medicamento faz parte do grupo dos opiáceos. O óleo de CBD não apresentou qualquer registro1 de casos de dependência. De facto, a investigação concluiu que o Óleo de CBD pode realmente ajudar a combatê-la2 .

Como já foi referido, a forte ligação entre o sistema endocanabinóide e o CBD é o segredo da sua eficácia no tratamento das dores musculares. A forma de acalmar naturalmente os músculos excessivamente contraídos é através de um fornecimento suficiente de endocanabinóides3 .

O Óleo de CBD tem a capacidade de influenciar directamente a velocidade dos mensageiros químicos libertados quando ocorre dor. Também aumenta significativamente o fornecimento de endocanabinóides pelo organismo. Por conseguinte, o óleo de CBD trata as dores musculares de duas formas, ajudando no relaxamento muscular e reduzindo a espasticidade.

Como usar o Óleo de CBD para aliviar as dores musculares?

Lidar com músculos rígidos, doloridos e cãibras é um problema diário para milhões de pessoas. Estes podem ser tão simples como uma cãibra na perna que o acorda subitamente de um sono profundo ou tão complexo como o de Tourette ou esclerose múltipla. O CBD pode ser usado de várias formas que se revelam úteis no tratamento de diferentes problemas, utilizando diferentes métodos de aplicação.

  • Óleos e tinturas
  • Pomadas
  • Loções

Um tratamento tópico utilizando óleo de CBD para espasmos musculares pode ser aplicado directamente na área afectada. Ajudará a aliviar a dor de algumas pessoas que sofrem de dor localizada grave e de fibromialgia e cãibras. No entanto, como o óleo de CBD vem normalmente em menores quantidades, é aconselhado o uso de pomadas e cremes infundidos em CBD para partes maiores do corpo.

Enquanto as loções podem ajudar a nutrir tanto a pele como os tecidos mais profundos, adicionar algumas gotas de CbD à sua loção favorita pode ajudar na recuperação muscular durante um período de tempo
Provavelmente uma das formas mais eficazes de consumir óleo de CBD é ingerindo-o através da boca e mantendo-o debaixo da língua durante alguns segundos antes de o engolir.

Artigo relacionado: Como usar o CBD? 

CBD para outros tipos de Dor

CBD e produtos de CBD têm uma ampla aplicação no tratamento de outros tipos de dor. A dor crónica pode ser frequentemente um dos tipos de dor mais extenuantes a tratar. Como o nome indica, está presente durante períodos de tempo mais longos, afectando a qualidade de vida de uma pessoa. Uma pesquisa da British Pharmacological Society4 sugere que o canabidiol é de facto uma forma eficaz e segura de tratar diferentes tipos de dor crónica.

CBD para a Dor Muscular – a Conclusão

O CBD tem uma ampla aplicação para uma variedade de condições médicas. Existem provas de que o CBD pode ser um relaxante muscular eficaz. Devido à sua interacção com o sistema endocanabinóide, aos seus efeitos secundários mínimos e à sua eficácia como um aliviador do stress, o CBD pode ser a chave para um grande relaxante muscular natural. Como esperamos pacientemente pela realização de mais estudos em humanos, podemos contar com os inúmeros testemunhos que as pessoas deixam online todos os dias.

Referências

  1. Iffland, K. e Grotenhermen, F. (2017). Uma actualização sobre a segurança e os efeitos secundários do Cannabidiol: A Review of Clinical Data and Relevant Animal Studies (Uma revisão dos dados clínicos e estudos relevantes com animais). Cannabis and Cannabinoid Research, 2(1), pp.139-154. []
  2. Gonzalez-Cuevas, G., Martin-Fardon, R., Kerr, T., Stouffer, D., Parsons, L., Hammell, D., Banks, S., Stinchcomb, A. e Weiss, F. (2018). Unique treatment potential of cannabidiol for the prevention of relapse to drug use: preclinical proof of principle. Neuropsychopharmacology, 43(10), pp.2036-2045 []
  3. Fine, P. e Rosenfeld, M. (2013). The Endocannabinoid System, Cannabinoids, and Pain. Rambam Maimonides Medical Journal, 4(4). []
  4. Lynch, M. e Campbell, F. (2011). Cannabinoids for treatment of chronic non-cancer pain; a systematic review of randomized trials. British Journal of Clinical Pharmacology, 72(5), pp.735-744. []

Connect with CBD users on Facebook
Do you want to benefit from the experience of other CBD users? Do you have questions about CBD? Check out this active CBD group on Facebook.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *